O Templo de Salomão

· Não classificado
Autores
O Desejo Ardente de Reconstruir o Templo é o Ímpeto Propulsor que Está por Trás dos Eventos no Oriente Médio
 
Já que a Maçonaria reverencia tanto o templo de Salomão, e já que esse templo possui uma posição tão preeminente em toda a Maçonaria, da sua base até o telhado, seria exagero imaginar que a Maçonaria deseja ardentemente reconstruir o templo de Salomão no único local da terra em que ele pode ser construído – no Monte do Templo em Jerusalém?
 
Permita-nos examinar alguns desses escritos para observarmos o desejo fervoroso dos maçons de reconstruir o templo de Salomão!
"Os maçons têm, em todos os eventos, agarrado com avidez a idéia de representar em sua linguagem simbólica o homem interior e espiritual por meio de um templo material… O grande corpo da Arte Maçônica, olhando apenas para o primeiro templo erigido pela sabedoria do rei Salomão, faz dele o símbolo da vida; e como o grande objetivo da Maçonaria é a busca pela verdade, eles são instruídos a construir esse templo como um receptáculo adequado para a verdade…" [Encyclopaedia of Freemasonry, de Albert Mackey, grau 33 e Charles T. McClenachan, grau 33, Revised Edition, por Edward L. Hawkins, grau 30 e William J. Hughan, grau 32, volume II, M-Z, publicado por The Masonic History Company, Chicago, Nova York, Londres, 1873, A. G. Mackey, 1927, pela Masonic History Company, pg 774]
 
A palavra "avidez" é definida como "desejo ardente, sofreguidão, ambição". Dessa forma, podemos ver que eles são "instruídos a construir esse templo" com sofreguidão e ambição! Mackey então prossegue para falar sobre esse novo templo e alguns de seus novos detalhes.
"… um novo incenso subirá de um novo altar, e cuja perpetuidade foi prometida pelo seu grande Mestre quando, no mesmo espírito do simbolismo, exclamou: ‘Derribai este templo, e em três dias o levantarei’." [Ibidem]
 
"Novo incenso" subindo de um "novo altar", no templo que Mackey acaba de associar com o "grande mestre maçom", Jesus Cristo! Em outras palavras, Mackey associou o novo templo com o Cristo, ou uma figura messiânica. Em outro livro, o autor maçom Edward Waite é ainda mais explícito. Veja:
"O templo da Maçonaria é, daí em diante, a casa do Cristo…" [Edward Waite, pg 486-7, A New Encyclopedia of Freemasonry and of Cognate Instituted Mysteries: The Rites, Literature and History, volume II, reimpresso em 1970 pela Weathervane Books, pg. 314]
 
O novo templo de Salomão deve, daqui em diante, ser chamado de "a casa do Cristo". O leitor ingênuo pode pensar que Waite esteja se referindo a Jesus Cristo, mas ele não disse isso, disse? Você sabia que o termo "Cristo" literalmente significa o "ofício do Messias prometido"? Jesus cumpriu esse ofício quando viveu e serviu entre os homens, e foi reconhecido por ter cumprido esse ofício messiânico. Veja:
"E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo." [Mateus 16:16]
Observe que Pedro disse "Tu és o Cristo"; em outras palavras, Pedro reconheceu que Jesus era o cumprimento divino/humano do ofício do Messias.
"E, insistindo o sumo sacerdote, disse-lhe: Conjuro-te pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Cristo, o Filho de Deus." [Mateus 26:63]
 
O sumo sacerdote perguntou diretamente a Jesus se ele era o cumprimento desse ofício messiânico.
"E, estando o povo em expectação, e pensando todos de João, em seus corações, se porventura seria o Cristo" [Lucas 3:15]
 
Até mesmo o judeu comum entendia essa distinção entre o ofício ["o Cristo"] e o homem que o cumpriria.
No entanto, a Bíblia diz que outro Cristo surgirá, e este será o Anticristo, ou alguém que venha disfarçado de Cristo, fingindo ser o Messias. Infelizmente, quase todas as pessoas que viverem naquele tempo serão iludidas e acreditarão que ele é o Messias e o seguirão entusiasticamente [Apocalipse 13:3-4].
 
Já que a Maçonaria é um cristianismo falsificado, parece lógico que Mackey e Waite estejam falando sobre o Anticristo, e não sobre Jesus Cristo. Dessa forma, Waite realmente disse:
"O templo da Maçonaria é, daí em diante, a casa do [Anti]Cristo".
 
Se os planos para reconstruir o templo de Salomão estiverem realmente em prática, isto será feito para o Anticristo, e não para Jesus Cristo. E a Bíblia prediz exatamente esse tipo de evento, não é? Veja:
"E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos… Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo…" [Mateus 24:11,15]
 
Jesus está citando Daniel 9:27, 11:31 e 12:11, o momento em que o Anticristo adentra no Santo dos Santos e perpetra a "abominação desoladora". O apóstolo Paulo explica melhor por que as ações do Anticristo serão tão ofensivas a Deus.
"Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus." [2 Tessalonicenses 2:3-4]
 
Mateus 24:15 subitamente retrata o Anticristo entrando no Santo dos Santos para declarar-se Deus, exigindo orgulhosamente ser adorado como Deus. Apocalipse 13:15 nos diz que o Anticristo irá, na verdade, erigir uma imagem criada à sua semelhança; essa imagem não será apenas capaz de falar, mas possuirá o poder sobrenatural de matar a todos os que não a adorarem!
 
Agora compreendemos. O Anticristo adentrará em um templo reconstruído sobre o Monte do Templo em Jerusalém, declarar-se-á Deus, exigirá ser adorado como tal e erigirá uma imagem falante feita à sua semelhança!
 
Assim, o templo reconstruído predito por Jesus está diretamente associado ao Anticristo! Por que deveríamos estar surpresos ao sermos informados pelo autor maçom Waite que "o templo da Maçonaria é, daí em diante, a casa do Cristo"? Esse novo templo planejado será o templo do Anticristo, em absoluto cumprimento às Escrituras.
 
Fonte Notícia: ( http://www.espada.eti.br/n1643.asp ) – Veja matéria completa.
 
Assuntos Relacionados:
 
Jerusalém em Foco
Nome oficial: Estado de Israel
O nome Israel (hebraico que significa "aquele que luta com Deus") tem sua origem na passagem do Géneses, primeiro livro da Bíblia e do Torah, na qual Jacob luta com um anjo e recebe deste o nome de Israel, após uma noite de luta corporal). Segundo as escrituras bíblicas Israel é a terra prometida por Deus aos hebreus, o berço do Judaísmo no século XVII a.C..
Capital Oficial : Jerusalém
Data Nacional (mutável) / Independência:   14 de Maio de 1948
Chefe de Estado: Presidente – Shimon Peres 
Chefe de Governo: Ehud Olmert  (1º Ministro)
Língua Oficial : Hebraico, Árabe
Maior cidade: Jerusalém
Dia de descanso: sábado
Moeda Nacional : 1 Novo Siclo (Shekel) NIS = 100 agorot
Hino Nacional : Hatikvá
População: 7,150.000 (2007)
Área – 21,900 km²
Densidade Demográfica: 286 hab. por km² (2003)
População Rural/Urbana: 10% e 90%, respectivamente (2002)
PIB: US$ 103,7 mil milhões (2002)
PIB per capita: US$ 15.773 (2002)
TLD (Internet) – .il
Código (prefixo) telefónico – 972
 
Composição do PIB
Agricultura: 2% (2002)
Indústria: 17% (2002)
Serviços: 81% (2002)
 
Valor do Comércio Exterior: US$ 43,42 mil milhões (2002)  
Principais produtos de exportação: diamantes polidos, equipamentos de comunicação electrónicos, médicos e científicos, produtos químicos, componentes electrónicos e computadores. 
Principais produtos de importação: diamantes, máquinas, e aparelhos eléctricos, combustíveis e lubrificantes, consumo de produtos perecíveis, produtos químicos.
 
 

2 comentários

Comments RSS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: